junho 15, 2020

A Pesquisa de Impacto é uma avaliação semanal das tendências, atitudes e percepções da indústria AV Pro à luz do novo coronavírus e da pandemia COVID-19.  

Pontos a destacar: 

  • Sean Wargo diretor sênior de Inteligência de Mercado da AVIXA, discutiu o estado da indústria AV na quarta-feira, 17 de junho, durante a InfoComm Connected. Acesse a gravação para assistir.
  • Pela primeira vez, mais da metade dos provedores AV estão vendo uma retomada dos projetos e um aumento nas consultas empresariais.
  • Para suprir as deficiências de receita, mais provedores AV estão cortando posições e reduzindo os salários.

Há vários sinais positivos nesta mais recente Pesquisa de Impacto COVID-19: mais empresas estão operando com capacidade total, os projetos estão lentamente retomando, se está descongelando a comunicação entre provedores e clientes, e há indícios de que as perspectivas de receita podem estar se estabilizando, mesmo enquanto — a curto prazo — as receitas ainda estejam em declínio.

Mas, ao mesmo tempo em que a indústria está se reerguendo, e à medida que as empresas estão começando a ver uma imagem mais clara do que está por vir, mais empresas estão tomando medidas difíceis, incluindo reduzir funcionários e salários. Em alguns aspectos, o feedback indica que as empresas estão aprendendo a controlar a demanda e se dimensionando para um nível adequado de operações.

Disse um provedor AV: "Tivemos uma ordem de compra cancelada, vários cronogramas atrasados ainda mais, e um forte interesse em soluções sem toque para permitir que as pessoas voltem ao trabalho e evitem os painéis de toque. Estamos operando com pessoal completo, mas bem abaixo da capacidade necessária para os projetos que estão sendo executados. Podemos realizar a maioria das tarefas fora do local do cliente, com uma conexão remota, mas as equipes de instalação à nossa frente não podem."

Segundo outro, "Como fornecedores AV, estamos começando a ver um aumento nas consultas de suprimentos, mas poucas pessoas estão realmente comprando. Muitos integradores com quem trabalhamos ainda estão dizendo que os projetos foram cancelados ou colocados em espera .... Parece não haver fim à vista.”

Disse um terceiro: "A empresa consegue pagar salários com empréstimos do governo, e empréstimos privados e poupanças estão sendo usados para subsistir."

Na pesquisa realizada entre 9 e 10 de junho, 59% dos usuários finais de AV entrevistados disseram que suas empresas foram impactadas negativamente pela pandemia nos últimos sete dias. Cerca de 57% dos provedores AV perceberam um impacto negativo na última semana, abaixo dos 62% na última pesquisa e a primeira vez que esse número caiu abaixo de 60% desde que a Inteligência de Mercado da AVIXA começou a coletar dados de impacto em março.

"O processo de retorno a reuniões presenciais e viagens de negócios completas será longo", disse um usuário final de AV. "Na verdade, mal estamos começando a apenas trazer as pessoas de volta do home office devido à necessidade de revisar layouts e políticas de espaço de trabalho para atender às diretrizes de distanciamento social. Este será um longo caminho... e algumas áreas podem nunca voltar ao normal."

Tendências positivas aceleram

Na mais recente Pesquisa de Impacto, 28% dos provedores AV relataram operar uma carga de projeto de capacidade total, contra 24% na semana passada; 62% relataram trabalhar com capacidade reduzida.


Shape"Os negócios estão se estabilizando e estamos lentamente vendo um caminho eficaz para o sucesso futuro", disse um provedor AV.

Quando perguntamos aos entrevistados sobre desenvolvimentos positivos nos últimos sete dias, os provedores AV mostraram os sinais mais claros de melhora: 51% disseram que os projetos haviam sido retomados (acima de 40% na semana passada), 21% disseram que as receitas melhoraram (acima de 16%) e 54% disseram ter visto aumento de consultas (acima de 45%). À medida que ponderam sobre a cadeia de suprimentos AV, 19% dos provedores AV e 18% dos usuários finais de AV disseram que havia melhorado em relação à semana anterior (acima de 14% e 9%, respectivamente, que diziam isso antes).

"Os negócios estão se estabilizando e estamos lentamente vendo um caminho eficaz para o sucesso futuro", disse um provedor AV.

Vale a pena notar que os usuários finais de AV em nossa pesquisa não relatam a retomada de projetos no mesmo ritmo que os provedores AV. Apenas 40% dos usuários finais disseram que estão retomando projetos, que é o mesmo nível da semana passada, mas ainda em alta a partir da segunda metade de maio. Dito isto, a parcela de usuários finais de AV em nossa pesquisa que relatou um aumento nas consultas sobre AV saltou de 20% para 27%, indicando que à medida que as unidades de negócios começam a voltar ao trabalho, eles estão começando a aumentar seus pedidos de serviços AV — um sinal esperançoso de que a "atração" através da cadeia de valor AV pode estar sendo reiniciada.

"Estamos trabalhando remotamente e definindo estratégias para fazer mais eventos remotos para o próximo ano", disse um usuário final de AV. "Estamos preparando a equipe para que isso aconteça."

Solicitado a prever quando a maior parte dos projetos AV seria retomada, a maior parcela de usuários finais de AV (27%) disse que seria em julho, refletindo a abertura cautelosa das economias em todo o mundo. Outros 16% previram agosto e 22% disseram setembro.

Quando esses usuários finais de AV trazem provedores para ajudar a executar, os projetos ficam um pouco atrasados. Apenas 12% dos provedores AV viram a maior parte dos projetos retornar em julho. Outros 18% disseram agosto e 21% (a maior fatia dos provedores AV) disse setembro. É claro que isso é um dado hiper-regional. Muitas empresas nunca cessaram os projetos durante a pandemia. Muitos outros reiniciaram alguns projetos nas últimas semanas, mesmo que não seja a maior parte de seu trabalho.

Continuando a apertar os cintos

Ainda assim, os provedores AV estão fazendo ajustes ao longo do caminho para o próximo normal. Na pesquisa desta semana, 42% de todos os provedores AV que responderam à pesquisa disseram que suas empresas viram queda na receita nos últimos sete dias, um pouco abaixo dos 47% que informaram anteriormente. Nossa análise indica que a queda em média no faturamento nas últimas duas semanas foi de 20%. Fora da América do Norte, 58% dos entrevistados relataram queda no faturamento, número este que aumentou. E de acordo com uma amostra limitada de profissionais de eventos ao vivo, as empresas de eventos ao vivo continuam a suportar o peso das condições pandêmicas, com 88% relatando receitas reduzidas em relação à semana anterior.

"Um grande local de eventos relatou possíveis eventos esperados para outubro, mas esses já foram cancelados, devido à quarentena, bloqueios, restrições de imigração e dificuldades de viagem", disse um provedor AV. "Agora antecipamos o retorno dos eventos em 2021. No entanto, devido a alguns comentários dos clientes sobre a insatisfação com a webconferencing, eles estão olhando para a retomada mais cedo de eventos com salas superdimensionadas ocupando-se metade da capacidade e protocolos de distanciamento. Muitas empresas de cinema, exibição e produção estão agora trabalhando em protocolos para a vida pós-COVID."

"Estamos vendo um aumento nas reuniões virtuais do 3º trimestre/início do 4º trimestre", disse outro provedor. "Muitos desistiram de qualquer esperança de que alguma parcela das pessoas poderia se reunir presencialmente até lá."


"Estamos oferecendo novas soluções e serviços, entrando em novos mercados e fortalecendo o relacionamento com clientes e fornecedores existentes", disse um provedor AV.

Entre todos os provedores AV em nossa pesquisa, o aperto de cinto continua. Cerca de 38% relataram demissões/licenças em algum momento durante a pandemia para lidar com a queda do faturamento, contra 33% na semana passada; e 43% relataram redução salarial, um aumento significativo sobre os 30% anteriores.

Refletindo as medidas tomadas apenas nos últimos sete dias, 18% dos provedores AV relataram reduções de pessoal, o maior número desde o início de maio. Felizmente, no geral, a participação relatada de reduções de pessoal caracterizada como demissões permanentes caiu esta semana, de 21% para 15%.

Enquanto isso, as empresas continuam se posicionando para a recuperação.

"Estamos oferecendo novas soluções e serviços, entrando em novos mercados e fortalecendo o relacionamento com clientes e fornecedores existentes", disse um provedor AV.

Segundo outro, "Mudamos nosso modelo de negócio para integração baseada em câmeras térmicas."

O Custo Adicional da Segurança

À medida que voltam a um cronograma de trabalho mais completo, mais provedores AV dizem que estão tomando medidas adicionais de segurança. Na mais recente Pesquisa de Impacto, 78% dos provedores AV disseram que suas equipes estão usando máscaras, contra 73% anteriormente, e 49% estão realizando limpeza adicional em canteiros de obras, contra 45% anteriormente.

Isso adiciona custo ao projeto?

Em uma pesquisa separada, a Inteligência de Mercado da AVIXA perguntou aos provedores AV se eles provavelmente repassariam aos clientes o custo das medidas de saúde e segurança em seus projetos. Cerca de 24% disseram que provavelmente repassarão alguns custos, enquanto 31% disseram que era improvável (e 44% ainda não têm certeza).

"Você provavelmente está tentando não se cansar com as pequenas coisas", disse um provedor AV. "Estamos tentando cuidar das coisas grandes. Tenho desinfetante para as mãos e máscaras. O que nos preocupa é a eficiência da equipe... Se você tem um projeto no 30º andar e eles só vão permitir três pessoas no elevador de cada vez em vez de 12, eu vou perder 40 minutos apenas levá-los para o local de trabalho. Eu tenho que trazer isso à tona [com o cliente]. Mas estamos tentando treinar nossos caras em torno das melhores maneiras de lidar com essas situações."

Se você quiser participar da Pesquisa de Impacto COVID-19 da Indústria AV da AVIXA OU de outros estudos do Painel de Inteligência AV, por favor, junte-se à Comunidade de Insights AVIXA em avip.avixa.org.

Related Topics

Live Events
Business of AV

Related Content